diHITT - Notícias

Salmo 12

Posted by Pastor Ricardo Marcadores: , , , ,

Graça, Paz e Alegria!


Auxílio contra a falsidade
Ao mestre de canto. Em tom de oitava.
Salmo de Davi

1 SALVA-NOS, Senhor, porque faltam os homens bons; porque são poucos os fiéis entre os filhos dos homens.
2 Cada um fala com falsidade ao seu próximo; falam com lábios lisonjeiros e coração dobrado.
3 O Senhor cortará todos os lábios lisonjeiros e a língua que fala soberbamente.
4 Pois dizem: Com a nossa língua prevaleceremos; são nossos os lábios; quem é senhor sobre nós?
5 Pela opressão dos pobres, pelo gemido dos necessitados me levantarei agora, diz o Senhor; porei a salvo aquele para quem eles assopram.
6 As palavras do Senhor são palavras puras, como prata refinada em fornalha de barro, purificada sete vezes.
7 Tu os guardarás, Senhor; desta geração os livrarás para sempre.
8 Os ímpios andam por toda parte, quando os mais vis dos filhos dos homens são exaltados.

Como entendemos que o v. 6 é o texto central desse Salmo, temos que partir dele para a explicação: a confiança do cumprimento da Palavra do Senhor. Mas é interessante fazer algumas observações, por exemplo, sobre onde o Salmo pode ter sido escrito. Nos parece que o Salmo foi desenvolvido na cidade (e não no campo) e nela encontramos o Templo e as Sinagogas, ele pode ter sido difundido mais nas festas e cultos dos judeus. Ele, então, está situado num contexto de profecia e de celebração. Sem contar que se trata de uma oração.

A pessoa que está preocupada com o desaparecimento dos fiéis se coloca diante do Senhor em oração, pedindo por socorro. Ele se coloca como representante da comunidade de fiéis (intercedendo por estes) que ainda permanecem mesmo sendo atacados pelos ímpios. Essa intercessão parece ser a maior intenção expressa neste texto bíblico. A pessoa que se levanta como aquele que ora, coloca os ímpios diante de sua própria maldade. Isso é algo que acontece também na profecia.

As palavras do Senhor são colocadas como a profecia contra os ímpios. Já que por mais contrária que esteja a situação, o Senhor vem e inverte o quadro, pois essa é a sua promessa e Ele não falha, o perseguidor deixa de perseguir e passa à situação de perseguido (se não se arrepender e mudar de caminho). Com isso, aquilo que o Senhor diz é Palavra libertadora e salvadora dos que O buscam. Isso nos faz ver que a Palavra do Senhor é sincera, diferente da palavra do ímpio. Essa afirmação constitui um centro para esse Salmo.

Da mesma forma que situamos o Salmo 12 como sendo produzido possivelmente na cidade e não no campo, podemos entender que ele foi escrito muito provavelmente no período pós-exílico, no tempo da afirmação da Lei com Esdras ou logo após. Mas como não sabemos a data exata deste Salmo, até porque a tradição desse texto pode ser bem anterior ao que podemos denotar do seu contexto e podemos ter um texto bem mais antigo que pode apenas ter tomado forma definitiva no período que o situamos, só podemos dizer que ele começou a ser recitado no culto e celebrações comuns, além de Festas e Cultos, por fazer parte do contexto da cidade, desde muito cedo.

Entendemos que o Salmo é uma forma de expressão da vontade do salmista em ver a atuação do Senhor e provavelmente a situação vivencial do autor do Salmo não estava em conformidade com esse seu desejo, talvez enfrentando dificuldades. Só que ele confia na atuação do Senhor que vai acontecer, mesmo que pareça impossível aos olhos humanos. Com isso, ele anuncia a salvação no Senhor, uma vez que ele conhece essa atuação, que não falha em cumprir Suas promessas, sendo que uma delas é o cuidar dos justos. A confiança aflora de tal forma que, mesmo ainda não tendo sido cumprida a Palavra do Senhor, Ele acredita na atuação do Senhor.

Isso nos ensina uma lição muito grande: mesmo que os ímpios estejam em melhor condição que os justos, o Senhor cuida destes últimos, dando aos primeiros a paga por sua atuação. Assim, devemos confiar e testemunhar o cuidado do Senhor, mesmo que aos olhos humanos pereça que nada está acontecendo, pois no tempo certo o Senhor vai agir e manifestar sobre nós a vitória!

Que o Senhor continue abençoando sua vida!

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails